Sergio valente estava certo? – SMWSP

Personalidade Empresarial nas Redes Sociais
28 de julho de 2012
Como empresas trabalham Online? – McKinsey Quarterly
28 de julho de 2012

Publicado em 16 de fevereiro de 2012

O primeiro debate da Social Media Week SP não pode nem se dizer que começou, mas que continuou uma conversa que não terminou ano passado. Sergio Valente fechou as conversas provocando que uma agência digital não teria muito propósito, uma vez que é uma agência de ferramenta, questões mais técnicas e menos estratégicas dentro de um plano de comunicação. Esse ano, Moa Netto, creative director e head of digital-interation na DM9DDB, veio representá-lo, além dele a mesa contou com Marcelo Tripoli, CEO da Agência iThink; João Bell, responsável pela estratégia de comunicação digital da Vivo; Gal Barradas, CEO da agência FBiz; Roberto Martini, CEO e CCO da Cubo.cc; Jackson Fullen, sócio da Sixpix Content e Abel Reis, da AgênciaClick. Que as agências digitais estão crescendo porque há mercado e demanda, todos concordaram, agora é a compreensão do que é um planejamento estratégico de comunicação e a incorporação do Online dentro dos projetos, não somente como mais uma midia mas também como uma plataforma de sustentação da ideia. A cisão que existe dentro de muitas agências, aliada ao grande preconceito que os clientes têm para esse novo mundo é o principal problema que ainda impede o crescimento desse novo mundo. Isso fica bem claro em alguns problemas que surgem, principalmente, no ambiente das Mídias Sociais, uma vez que são excluídos ou diminuídos dentro do plano de comunicação, a falta de uniformidade na mensagem acaba transparecendo para o consumidor e arranha a reputação da empresa. É preciso que as propostas da empresa e seus ideais sejam irradiados por todos os meios de comunicação utilizados, dando uma mensagem só. A essência da marca precisa ser unicamente exposta, independente de qual o meio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *