Crie e acredite!

Cada um no seu Papel
28 de julho de 2012
A nova geração e seu engajamento no trabalho
28 de julho de 2012

 

 

Se criatividade é um diferencial no mundo dos negócios, sem persuasão ela perde seu efeito. Ter uma ideia é apenas parte do processo, é preciso também saber vendê-la e convencer as pessoas de sua importância. O mercado hoje é recheado de exemplos de indivíduos que crescem convictos de seus ideais, e conseguem liderar pessoas a seguí-los neste sentido.

No começo da Disney Productions, o próprio Walt Disney precisou trabalhar seu poder de persuasão para trazer seu melhor amigo e desenhista Ubi Werks, de Nova Iorque para Hollywood. Nesta linda carta, ele conta um pouco do começo da Disney e chega até a oferecer uma carona de cadillac para trazê-lo até a costa Leste, tudo em busca do sucesso do seu projeto.

Cabe a direção da empresa convencer seus funcionários que os seus objetivos são válidos, tangíveis e o melhor para todos. A motivação dos mesmos vem também de acreditar na proposta da empresa, ao mesmo tempo em que ela endossa e promove as ideias originais de seus funcionários. Empresas como Google e Facebook cresceram porque tiveram seus CEO’s sempre vendendo seus ideais aos colaboradores, promovendo a criatividade e encorajando o desenvolvimento de projetos internos.

Ideia no papel tem menos valor do que aquela que é executada. Como você vende as suas propostas para aqueles que trabalham contigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *